Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

06.Jul.12

Trail Running: dicas para a primeira corrida

Correr está na moda e ninguém o pode negar. No entanto, a modalidade de corrida já não trata só de corridas de estrada. Atualmente vemos cada vez mais pessoas que optam por correr fora de estrada, no meio da natureza e mesmo em montanha. A isto se chama de trail running, modalidade que atrai atletas de todas as categorias, incluindo atletas de elite. Só nos Estados Unidos, quase 6 milhões de pessoas correm regularmente em provas de trail running, um aumento de 36% nos últimos 5 anos. E outros 37 milhões de pessoas confessam correr fora de estrada algumas vezes por ano. Esta adesão crescente ao trail running pode ser explicada pela componente mais natural e algo espiritual ligada à experiência de correr fora de estrada, mas também pelo desafio físico num ambiente natural e sereno. O trail running exige um leque mais abrangente de músculos que a corrida de estrada, sem as lesões dos movimentos repetitivos de impacto no pavimento duro. Tornozelos, anca, coxas e músculos abdominais fortes, todos são necessários para um maior equilíbrio. Abordar subidas e descidas desenvolve resistência e as subidas mais difíceis aumentam a capacidade de concentração.

Dicas para o Trail Running

Aqui ficam algumas dicas para quem quiser ter sempre boas experiências no trail running: 1. Correr alto! Correr, especialmente nas subidas, pode ser extenuante, mas se adoptarem uma postura curva, o esforço será maior para os pulmões poderem fazer o seu trabalho. Nas subidas, concentrem-se nos metros mais à vossa frente e não nos vossos pés. Se for necessário, caminhem um pouco, enquanto procuram manter uma postura erecta. Não se preocupem, pois até os corredores mais experientes caminham em subidas íngremes. 2. Encurtem a amplitude da passada nas subidas. E apoiem todo o pé, já que subir só nas pontas dos pés irá sobrecarregar os gémeos. Saltem por cima de obstáculos. Manterem-se em cima de rochas ou troncos não só é fatigante como pode ser perigoso. 3. Soltem-se nas descidas. Evitem travar muito e permitam-se voar um pouco, abrindo os braços para ambos os lados. Mas tentem não cair! Se perderem o controlo, faça slalom de um lado para o outro, como se estivessem a esquiar. Não se inclinem para trás e não se apoiem em demasia nos calcanhares para travar (já que garantirá uma bela queda de rabo no chão). Tentem sempre aterrar rapidamente e suavemente. 4. Planeiem os movimentos. Vejam o trilho como um tabuleiro de xadrez. Planeiem os vossos passos nas lombas, buracos, areia suave e árvores caídas. Tudo antes de as alcançar. 5. Concentrem-se no tempo e não tanto na distância. 6. Evitem correr riscos. Corram sempre acompanhados ou informem alguém que vão correr para "tal" sítio e quando pensam regressar. Abasteçam-se e levem água, um casaco de protecção e o telemóvel. Quando forem a passar por alguém mais lento, avisem-no com antecedência com um grito e dizendo por que lado vão passar. 7. Encontrem o vosso equilíbrio. As descidas escorregadias dirão de que material são feitas as vossas pernas. Exercitem-nas bem nos intervalos entre provas com exercícios adequados. 8. Atenção à orientação. As coisas podem parecer diferentes no mesmo sítio, se estiverem em direcções opostas. Parem um pouco para verificar quando uma estrada se divide no local onde se encontram. Procurem por sinais de trilhos e pistas, identifiquem as rochas, árvores ou monumentos no horizonte. 9. Não deixem rasto. Mesmo durante as corridas, os atletas de trail running preocupam-se mais em guardar o seu lixo do que nas corridas de estrada, em que a limpeza está facilitada. Mantenham-se nos percursos marcados, não encurtem os trilhos, evitando assim erosões desnecessárias. 10. Sintam-se como uma criança novamente.
USUFRUAM E DIVIRTAM-SE!!!
  Fonte: Active.com