Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Dom | 15.07.18

Todos os sítios onde nunca correste são imaginários!

José Guimarães

Já passaram 4 dias desde que chegámos de férias. Foram 16 dias de sonho, a viajar entre o Vietname, Cambodja e Tailândia, com direito a muitas horas de avião para atravessar 3 continentes.

 

No regresso a Portugal, à saída do avião no aeroporto em Lisboa, reparei num cartaz pouco interessante, mas com uma mensagem interessantíssima (e desde já tiro o chapéu ao criador da mesma). A mensagem no cartaz dizia:

"Todas as cidades que nunca visitaste são imaginárias!"

 

Confesso que ao ler isto fiquei 15 segundos a pensar. E de repente voltei ao dia que antecedeu o início da nossa viagem. Voltei às expectativas que tinha e às que não tinha. Pensei em todos os momentos em que imaginámos como tudo iria ser, e à realidade com que nos deparámos no outro lado do Mundo. E não interessa se é melhor ou pior que a nossa realidade. É outro continente, são outras culturas, muitas vezes em choque com os nossos hábitos. São histórias de vida completamente diferentes da nossa que, por muitas razões, espero nunca termos que enfrentar.

 

corrida_objetivos_finishline_desedentarioamaratoni

 

Voltando à frase interessante, concluí que a mente criativa que a criou sabia bem o que queria dizer. De facto, se não visitarmos todos os sítios que um dia já sonhámos visitar, estes sítios nunca vão passar da esfera da nossa imaginação. É quase como se não existissem. E fazendo uma rápida analogia com o meu desporto favorito - a corrida - as corridas que nunca fizemos são, também elas, imaginárias.

 

Normalmente quando alguém me diz que quer fazer a primeira maratona, enfrentar o primeiro trail, ou levar a cabo um desafio qualquer pela primeira vez, vem sempre acompanhado por muitas dúvidas. A maior parte delas pertinentes, é certo, mas quase todas surgindo pelo medo do desconhecido. Antes de eu próprio ter feito a minha primeira maratona, essa distância era um baú de expectativas, "muros" e de dificuldades, todas imaginadas. Antes de ter ido fazer pela primeira vez o UTMB, isso sim, era um mundo totalmente desconhecido e que, ainda hoje, tem algumas particularidades por explorar. Assim, é perfeitamente natural que, cada um de nós, ao nos desafiarmos com um objetivo totalmente novo, sejamos assolados por dúvidas e mais dúvidas. Mas como os desafios são todos diferentes e cada um de nós também, não há propriamente uma fórmula mágica que nos permita ultrapassar o desconhecido com segurança.

 

Assim, deixo aqui um conselho para aqueles que têm novos objetivos em mente. Seja a primeira corrida de 10km ou a primeira maratona, lancem-se ao vosso objetivo com tranquilidade e confiança. Não pensem nos tempos, nem em bater recordes, mas avancem sem medos, para conhecer, para registar todos os pormenores e nuances, para saber como o vosso corpo reage e como recuperaram no final. E, acima de tudo, para saberem se, no final, gostam da experiência! E depois, aí sim, quando essa vossa "viagem" já não fizer somente parte da esfera da vossa imaginação, aí sim, voltem a estabelecer novos objetivos, mais agressivos, agora baseados em factos, agora com conhecimento de causa.

 

Normalmente quando me perguntam: "achas que posso fazer uma maratona?", ou "será que consigo fazer aquele trail?", a minha resposta é sempre: sim! Se esse é o vosso desejo, então sim! Preparem-se adequadamente e vão! Porque se nunca o fizerem, esses desafios nunca vão passar de coisas na vossa imaginação.

2 comentários

Comentar post