Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

12.11.15

Os 10 erros mais comuns dos ultra maratonistas

José Guimarães
No que diz respeito a ultra distâncias, não é aconselhável improvisar. É certo que, como em tudo na vida, também nesta disciplina das ultras se aprende muito com os erros. No entanto, alguns são perfeitamente evitáveis. Aqui ficam os dez erros mais comuns de alguns ultramaratonistas: 1. Não treinar com a devida antecedência Apesar dos bons exemplos que vemos, ainda há uma grande falta de preparação por parte de muitos dos que se "atiram" a um ultra trail pela primeira vez. (...)
30.03.15

INATEL Ultra Trail do Piódão, bonito mas difícil!

José Guimarães
Às 9 horas da manhã de sábado era dada a partida para o INATEL Ultra Trail do Piódão. Às 9 horas da noite de sábado já estava a dormir. Não a adormecer, mas a dormir mesmo, sono ferrado. Os 50 km de prova esgotaram-me a um ponto que não me recordo de ter sequer roçado em 3 anos anos de corridas de trail. É certo que me faltará alguma experiência. E assim se ganha a dita, não quando as coisas correm bem, mas quando estas tendem a não correr como esperávamos. A (...)
29.05.13

Correr na Madeira, a ilha de Neptuno

José Guimarães
  Conta a lenda que, um dia, Neptuno (o deus do mar) resolveu agarrar num punhado de terra, juntou-lhe uma mão cheia de sal e pôs-se a brincar aos castelos (tal como fazemos na areia da praia, quando somos crianças). Assim formou a ilha da Madeira, um jardim florido, cheio de escarpas abruptas, nascido no oceano Atlântico, que eu e quase 500 pessoas tiveram o prazer de conhecer de uma (...)
19.05.13

Choveram estrelas em São Mamede

José Guimarães
  Choveram muitas, sim. Choveram estrelas em forma de granizo. E choveram estrelas em forma de gente, gente que cortou a meta dos 100 km depois de mais de 6.000 metros de desnível acumulado. Foram mais de duas centenas os atletas que às 00 horas de dia 18 largaram ao som do tiro de partida, em busca de uma medalha de cortiça. Destes 200, alinharam à partida 22 senhoras. Umas eram craques, outras supersónicas, umas assim-assim e depois... depois havia eu: a caracoleta dos trilhos. Co (...)
22.04.13

Na corrida não há distâncias

José Guimarães
  Paradoxo? Talvez. Na semana passada alguém me disse que no trail running não havia distâncias. O contexto era claro. Esse “alguém” sugeriu-me que abandonasse o tratamento na terceira pessoa. Nada que me cause urticária. Nesta comunidade que é a dos corredores, sou a primeira a dizer “posso tratar-te por tu, certo?”. Mas, neste caso específico, a (...)