Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

26.11.15

5 refeições nutritivas (e low cost) para levar para o trabalho

José Guimarães
Levar comida para o trabalho ou não? Eis a eterna questão com que se debatem diariamente milhões de pessoas em todo o mundo. Por experiência própria é sabido que, na maioria dos casos, fica sempre mais barato (e mais saudável) se prepararmos o almoço em casa e o levarmos para o trabalho, mesmo que aquecido num microondas. Mas será que compensa o esforço? Antes de mais, como atletas precisamos de certos nutrientes que muitas vezes são deficitários nos constantes “almoços (...)
25.02.15

Proteína... a mais ou a menos?

José Guimarães
Hoje, em conversa com um amigo que trabalha na indústria farmacêutica, enquanto lhe dizia do fundo do meu entendimento que diariamente tomava proteína em quantidade suficiente (algo como 150gr de proteína por dia), ele responde-me: "Só?!?!". "Só?" - interroguei eu - "Como só?" Perante a minha incredulidade, recorri ao cálculo do Diário Alimentar do site Fat Secret (se gostam de saber o que comem e ainda (...)
26.04.12

Pratico desporto. O que devo comer?

José Guimarães
É hoje amplamente reconhecido que o sucesso desportivo de um atleta depende da qualidade do treino e das suas características genéticas. Todavia, para além destes dois factores, a alimentação tem vindo a assumir um papel de cada vez maior destaque no plano global de preparação dos desportistas. A nutrição no desporto é indiscutivelmente uma das áreas onde se tem registado um maior incremento não só na investigação como na promoção de produtos nutricionais ligados ao (...)
29.09.11

Coma para correr!

José Guimarães
Como já não é a primeira vez que se aborda este assunto, decidi escrever aqui sobre o mesmo, agora que vamos iniciar aproximadamente 1 mês de sessões de treino mais exigentes, para estar preparado para a distância da próxima maratona! A hidratação e a alimentação serão essenciais para manter o seu corpo em óptimas condições. O importante não é apenas aguentar bem o treino, mas também conseguir manter a energia necessária para enfrentar o resto do dia sem se andar a arrastar.