Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

30.05.13

O verdadeiro Bailinho da Madeira: a minha 1ª maratona de trail

José Guimarães
Diagnóstico: entorse no pé; joelhos magoados; pernas atrofiadas. Antídoto: uma tremenda satisfação própria: terminei a minha primeira maratona. A Madeira já não é invencível e terá sempre um sabor especial! Rewind... rewind... play! Voltemos umas horas atrás neste filme, até às 21h15 de dia 24 de Maio, Machico. Ponto de encontro para os corajosos (ou deverei dizer loucos?) dos 115 km, os bravos que iriam (...)
29.05.13

Correr na Madeira, a ilha de Neptuno

José Guimarães
  Conta a lenda que, um dia, Neptuno (o deus do mar) resolveu agarrar num punhado de terra, juntou-lhe uma mão cheia de sal e pôs-se a brincar aos castelos (tal como fazemos na areia da praia, quando somos crianças). Assim formou a ilha da Madeira, um jardim florido, cheio de escarpas abruptas, nascido no oceano Atlântico, que eu e quase 500 pessoas tiveram o prazer de conhecer de uma (...)
12.02.13

Porque corremos? Metas e objetivos!

José Guimarães
Nestas coisas das corridas, todos nós temos objetivos e motivações diferentes. Alguns querem um dia correr uma maratona. Outros querem correr 10 km pela primeira vez (ainda me lembro dessa minha primeira vez como se fosse ontem). Pessoalmente, gosto dos desafios das distâncias longas, as chamadas ultra-maratonas. Mas seja qual for o nosso objetivo, todos nós temos uma paixão por correr e encontrámos algures no tempo uma razão para o fazer. E essa razão tem certamente de ser (...)