Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

27.09.11

Quanto é saudável correr?

José Guimarães
Se não ultrapassar o seu limite físico, correr só traz benefícios (em resumo, 14). E não encontrámos efeitos secundários. Um exercício aeróbio como a corrida, baixa a pressão arterial sistólica e diastólica. O sistema imunológico vai-se fortalecendo, desde que não se ultrapasse os limites e não se treine em excesso. Correr equilibra e normaliza o nível de insulina. Isto regula a sensação de fome e adapta-a ao que o corpo necessita. O corpo vai mudando à medida (...)
27.09.11

Como recuperar a vontade de correr?

José Guimarães
Se já corre há muitos anos, sente-se cansado, sem motivação e numa completa rotina... formate o seu disco rígido! Cada causa tem a sua solução.   Excesso de treino Pare de correr até que se sinta perfeitamente recuperado. Pode demorar uns dias ou mesmo algumas semanas. Se não estiver lesionado, pode sempre fazer outro tipo de actividade aeróbia. Pelo menos quando voltar a correr não se sentirá em baixo de forma. Quando regressar utilize um caderno para ir registando cada (...)
27.09.11

Porquê optar por começar a correr?

José Guimarães
Volto a tocar neste assunto, porque de todos os desportos e formas de exercício, correr é um dos mais fáceis e acessíveis. Não envolve um vasto conjunto de equipamento dispendioso, não precisa de perder muito tempo nem dinheiro a aprender como fazê-lo e nem de se deslocar até um local específico para o efeito. Qualquer pessoa, em qualquer lugar, desde que queira, pode fazê-lo. Correr traz imensos benefícios físicos, mentais e sociais. Fazer exercício impulsiona a saúde e a (...)
27.09.11

Qual é o ritmo adequado para queimar gorduras?

José Guimarães
A crença habitual é que o ritmo aeróbio, sem exagero é a melhor forma de queimar gorduras. No entanto, esta não é uma verdade absoluta. É verdade que a zona de consumo de gorduras abrange aproximadamente entre 50% a 70% do máximo de frequência cardíaca. Se treina a este nível de intensidade, que pode todavia considerar-se baixo, o corpo irá recorrer aos seus depósitos de gordura acumulada para gerar energia. Acima disso, o corpo pede hidratos, um combustível de maior (...)