Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Ter | 19.05.15

Soluções pouco óbvias para resolver problemas de sono - Parte 3

José Guimarães
E para último post da série dos problemas de sono, escolhi os comes e bebes. Cuidado com o que comem e com o que bebem antes de ir para a cama.

Comer mesmo antes de dormir?

Como já devem saber, comer carbohidratos à noite não é necessariamente mau. Mas é importante saber quando os devemos ingerir. Comer muito próximo da hora em que planeamos ir dormir pode anular os benefícios dos carbohidratos, porque depois de comermos é criada uma proteína que ajuda a insulina a fazer o seu trabalho e a armazenar nutrientes. Ora esta proteína está diretamente ligada a níveis baixos de melatonina, a tal hormona que nos ajuda a dormir. De acordo com um estudo, os snacks noturnos prejudicam a qualidade do sono, o que significa que é melhor separar o sono e a última refeição do dia em cerca de 1 ou 2 horas.

A equação da hidratação

Uma boa hidratação é um componente essencial para a nossa saúde, disso ninguém duvida. Mas beber demasiado antes de ir para a cama pode perturbar gravemente aquilo que até podia ser uma boa noite de sono, causando uma perturbação chamada "nocturia". Lembrem-se dos ciclos de sono que atravessamos durante a noite. Quando precisamos de ir à casa de banho, isso pode perturbar os ciclos mais profundos de sono, deixando-nos depois inquietos. O nosso corpo está desenhado para aguentar a vontade de urinar em cerca de 6 a 8 horas. Mas à medida que envelhecemos, essa capacidade começa a reduzir, por causa de algumas alterações hormonais. Assim, as melhores práticas a aplicar poderão começar por não ingerir líquidos até 1 ou 2 horas antes de irmos dormir. E mesmo assim, tentem fazer escolhas acertadas no que bebem. Bebidas como café ou chá podem despoletar uma enorme vontade de urinar. E mesmo que um copo de vinho à noite possa parecer que nos deixa mais sonolentos, provavelmente vai é fazer com que acordem mais cedo, já que é um potente diurético. Vejam também: Soluções pouco óbvias para resolver problemas de sono - Parte 1 Soluções pouco óbvias para resolver problemas de sono - Parte 2