Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Seg | 18.05.15

Soluções pouco óbvias para resolver problemas de sono - Parte 2

José Guimarães
Ontem iniciei um post sobre problemas de sono, ou melhor, com soluções pouco óbvias para os tentar solucionar. Ver post: Soluções pouco óbvias para resolver problemas de sono - Parte 1 Hoje vou continuar o mesmo post, desbravando e partilhando mais algumas soluções que podem tentar aplicar a vocês próprios - caso andem com insónias - ou a algum amigo que conheçam, que não ande a dormir bem ultimamente. Se gostam da luz do sol, este é o vosso post.

O paradoxo da Vitamina D

Provavelmente já conhecem a vitamina D como a vitamina da luz do sol e também já saberão que tem inúmeros benefícios. Hoje em dia será difícil não encontrar um médico que não prescreva vitamina D, principalmente durante o inverno. Mas não ter vitamina D em quantidade suficiente no corpo também pode causar problemas de sono e um estado de sonolência durante o dia. Falta de vitamina D pode estar diretamente ligada a problemas de sono, como insónias ou apneia de sono. Naturalmente, poderão assumir que basta tomar umas cápsulas de vitamina D antes de ir para a cama e já está. Mas isso não vai resolver o problema, podendo até agravá-lo. Lembrem-se que a vitamina D é produzida com a luz do sol, o que significa que é um indicador de luz e das horas de atividade diurnas. Portanto, quando se toma vitamina D os níveis de melatonina baixam. Em algumas experiências, tomar vitamina D à noite diminuiu a fase de sono REM. A melhor aposta para tomarem suplementos de vitamina D será portanto durante a manhã ou ao almoço.

O efeito da luz do sol

Só porque tomaram vitamina D, isso não significa que devem deixar de apanhar sol e ficar em casa. O sono é o resultado natural dos ritmos circadianos, que são reações que dizem quando devemos estar acordados e quando devemos estar a dormir. Pensem assim: uma das razões pelas quais devemos desligar os aparelhos eletrónicos antes de dormir (um efeito perturbador do sono muito comum) é porque esses aparelhos emitem uma luz naturalmente azul, semelhante à luz a que estamos expostos durante o dia. Essa luz azul emite sinais dizendo ao nosso corpo que é dia, o que interrompe a natural produção de melatonina e prejudica a capacidade natural de dormir. Mas a capacidade de adormecer está dependente do corpo saber que é hora de ir para a cama. Quando o sol se põe, precisamos de o ver acontecer. Isso contrói um ritmo circadiano natural, significando que, quando está escuro, o nosso corpo está mais capaz de adormecer naturalmente, sem qualquer ajuda de comprimidos e afins. Para criar um ciclo circadiano maior durante o dia, libertanto assim uma maior quantidade de melatonina quando está escuro, experimentem ver a luz do sol o mais cedo possível de manhã, indo por exemplo correr ou caminhar logo depois de acordar.