Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

09.Abr.14

Quem vai à ilha avia-se no continente

Não, este post não é patrocinado por nenhuma grande superfície (mas até podia ser). Este post é motivado por uma mensagem que um amigo me enviou há uns tempos. Ele vai participar no MIUT - Madeira Island Ultra Trail e estava preocupado com a questão da chegada a tempo e horas aos Postos de Pontrolo (PC). Isto porque quem chega depois da hora de fecho do PC já não pode continuar. Ora a prova começa já na próxima 6ª feira, dia 11 Abril e ocorreu-me deixar aqui algumas dicas simples mas importantes para quem nunca participou antes numa prova como estas.
No ano passasdo (2013) tive uma inflamação no nervo ciático uns meses antes do MIUT, pelo que fui obrigado a treinar uns tempos muito focado na força de pernas, com ginásio e elíptica, atividades sem impacto, pois já sabia que as subidas na ilha da Madeira não iam ser fáceis. E realmente não são.

Calma no início... mas não muita

Principalmente os mais inexperientes em longas (e íngremes) distâncias têm que resistir ao ímpeto de começar a correr logo depois da partida, pois a primeira subida é de loucos. Como podem ler no relato que fiz depois da prova, os atletas saem de Porto Moniz e atacam logo uma vertente muito íngreme no meio das casas da primeira povoação. Uma subida como vimos poucas na nossa vida, daquelas em que os calcanhares nem tocam no chão e só conseguimos subir com as pontas dos pés. Portanto, nada melhor do que isto para esgotar os açúcares e queimar aquelas reservas iniciais de energia. Vá, com calma aqui.

Atenção aos tempos de fecho nos PC

Depois desta subida inicial podem - e devem - aproveitar para recuperar o fôlego e então correr um bocado. E convém irem em boa forma física para correr nos troços em que dá para isso, porque no 2º PC (Estanquinhos, ao km 32, depois do 2º km vertical) o fecho de controlo é às 8h00 de prova, o que significa que se se atrasam muito, ou se ficam por aqui ou têm que "dar gás" para recuperar o tempo perdido. No ano passado o fecho era às 7h30 e chegámos com 7 horas de prova... glup!!!
Para evitar isto, como é uma prova muito longa e traiçoeira, não deixem de levar um mapa com a altimetria e os tempos de fecho dos PC's... ah, e um bom relógio com autonomia para - provavelmente - as mais de 20 horas de prova. Pelo menos eu gosto de pecar por excesso.

E o clima da ilha?

Quanto ao clima, levem um bom agasalho para o vento e para a chuva, porque a ilha da Madeira é terrível e tem um tempo muito instável (como todas as ilhas que se prezem) e tanto podem correr de tshirt, como de repente fica frio ou chove facilmente ficam encharcados e arrefecem, correndo o risco de também isto vos atrasar o ritmo.

Alimentos e suplementos

Como todas as provas grandes (com mais de uma dezena de horas de duração), a regra é simples: usem os doces no início - vão precisar deles - e preparem umas boas doses de barras, mini-sandes, frutos secos e salgados para se aguentarem durante a prova. Bebam sempre um gole de água/isotónico a cada meia hora (no máximo) e aproveitem os bons abastecimentos que a organização disponibiliza.
Concluindo, o MIUT é de facto lindíssimo e dá para usufruir das paisagens verdadeiramente encantadoras da ilha da Madeira (foram várias as vezes que me senti num cenário digno de um "Senhor dos Anéis"). Mas para garantir que fazem uma prova completa e bem regrada, prestem alguma atenção aos tempos e às médias que vão fazendo. Isto porque a maior parte das subidas são longas e com uma inclinação muito acentuada (e com muitas escadarias que atrasam o passo) e muito facilmente deixamos o tempo correr, o que pode estragar a festa a qualquer um.
Quando regressarem quero saber como correu, combinado? Eu este ano fico por cá a treinar para o meu primeiro Half Ironman - Triatlo de Lisboa. Boa sorte a todos e usufruam!
PS: Quando estiverem no alto do Pico do Areeiro, lá bem no cimo das nuvens, gritem!!!