Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

18.Nov.11

Os meus melhores alimentos para depois do treino

Já aqui falei várias vezes sobre a importância de uma alimentação correcta quando fazemos exercício físico. Não falei contudo de pormenores específicos que a prática de exercício físico acarreta, mais ainda quando temos tendência (como eu) para muitas vezes sobrecarregar os treinos. Ontem estive a ler um artigo interessante que dizia que "durante o exercício, o organismo tem tendência para acidificar, devido aos metabolitos formados". Ora, por causa deste facto, torna-se necessário aumentar a ingestão de alimentos mais básicos (alcalinos), não só para minimizar ao máximo esta tendência natural, tentar revertê-la, mas também para:
  • Ajudar a manter o pH sanguíneo em equilíbrio;
  • Impedir que a contracção muscular seja prejudicada;
  • Ajudar na recuperação após o exercício;
  • Retardar o aparecimento da fadiga;
Existe uma classificação dos alimentos, de acordo com a sua carga ácida ou básica, chamada PRAL – Potencial Renal Acid Load. Quanto mais negativo for o valor, mais básico é o alimento no organismo; quanto mais positivo for o valor, mais ácido é o alimento no organismo. Deixo-vos de seguida uma tabela com alguns alimentos que se devem ou não devem ingerir numa situação de pós-treino:
Alimentos muito ácidos (10+) Alimentos moderadamente básicos (-1 a -10)
Queijo Parmesão 34,2
Queijo Processado 28,7
Queijo Cheddar 26,4
Gema de ovo 23,4
Queijo tipo flamengo 18,6
Queijo Camembert 14,6
Arroz de centeio 12,5
Queijo fresco 11,1
Flocos de aveia 10,7
Lentilhas 5,4
Aveia 13,3
Bróculos -1,2
Café instantâneo -1,4
Cogumelos -1,4
Cebolas -1,5
Água mineral (com gás) -1,8
Alface -2,5
Ananás -2,7
Beringela -3,4
Cerejas -3,6
Courgette -4,6
Soja -4,7
Figos -4,9
Cenouras -4,9
Bananas -5,5
Alimentos muito básicos
Espinafres -14,0
Figos secos -14,0
Passas -21,0
Feijão branco -23,2