Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Qua | 13.07.16

Os 5 maiores mitos do fitness

José Guimarães
Há muitos, muitos mitos que giram em torno do mundo do fitness e que simplesmente parece que não desaparecem, independentemente dos inúmeros estudos científicos que se façam para os refutar. Acredito que a natureza humana seja em parte responsável por esta situação. As pessoas tendem a acreditar naquilo que melhor suporta as suas características pessoais. O lado menos bom de acreditar nestes mitos é que eles podem estar a fazer com que vocês tirem o máximo partido da vossa rotina de treinos. Assim sendo, aqui ficam 5 dos principais erros que vocês podem estar a cometer: Mito nrº 1: As pessoas que fazem exercício com frequência podem comer o que quiserem Uuuiii!!! Se isto fosse verdade... :) Na próxima ida ao ginásio, olhem à vossa volta e vejam como isto está errado. Os ginásios estão cheios de pessoas que fazem exercício quase todos os dias e que, no entanto, parece que não conseguem perder peso. A matemática é simples: é mais fácil meter 500 calorias pela boca abaixo do que queimá-las. Claro que o exercício é uma parcela de peso na equação. Mas isso não significa que possam comer tudo aquilo que vos apetecer e que isso não vos faça mal. Mito nrº 2: Se eu parar de fazer exercício, os meus músculos transformam-se em gordura Este mito pode estar ligado ao facto de vermos muitas vezes atletas profissionais que perdem a forma física e ganham peso, depois de se retirarem das suas carreiras desportivas. Mas a psicologia é simples. Uma célula de gordura é uma célula de gordura e uma célula muscular é uma célula muscular. Uma não se transforma noutra. A razão pela qual os atletas ganham peso é a mesma para toda a gente: menor atividade física e maior ingestão de calorias. Mito nrº 3: Para ver resultados, temos que praticar exercício continuamente durante pelo menos 1 hora De todos os mitos, este é capaz de ser o mais prejudicial para a grande maioria das pessoas. A principal razão que muitas pessoas alegam para não fazer exercício é a falta de tempo. Muitas pessoas acreditam que, se não fizerem exercício pelo menos entre 30 a 60 minutos, não terão resultados práticos. As pesquisas sugerem que 3 exercícios de 10 minutos têm o mesmo efeito que um treino de 30 minutos seguidos. Até há alguns novos estudos que falam de micro-treinos, com sets tão curtos como 60 segundos, que podem ajudar a melhorar a saúde cardiovascular. Mito nrº 4: Levantar pesos vai fazer-me demasiado volumoso Muitos atletas evitam levantar pesos, pois acreditam que aumentar a massa muscular vai inibir movimentos e diminuir a sua performance. A sabedoria convencional tem sido de que levantar pesos é prejudicial e que desenvolver massa muscular deve ser evitado. Muitas pessoas ainda acreditam nisto. Hoje em dia, muitos atletas profissionais (e eu, mesmo não sendo profissional) de muitas modalidades diferentes fazem treino de força, para suportar tanto a performance, como para diminuir as possibilidades de lesão. Muitos também juntam os alongamentos às suas rotinas, por forma a manter a flexibilidade geral. Mito nrº 5: As mulheres devem só levantar pesos mais leves, para evitar ficarem volumosas Uma das principais razões que faz com que a maior parte das mulheres não façam treinos com pesos pesados, ou treinos de força de uma forma geral, tem a ver com o medo de ganhar volume. Isto tem que mudar. O princípio do treino de força é que, para mudar um músculo, temos também que o desafiar. Assim, escolher pesos leves para treinar, não vai fazer com que o músculo se adapte a situações de esforço. Levantar pesos apropriados, pode trazer algumas vantagens, incluindo aumentar a densidade óssea, aumentar a força funcional e tonificar os músculos. Há algum destes mitos que faça parte da vossa realidade? Consultem um bom profissional antes de começarem uma rotina de treinos.