Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

10.Jan.12

Hellraiser? Não, acupunctura para a canelite

"O que lhe dá prazer, senhor?" Assim começa Hellraiser, um filme de culto (e de terror) de 1987, onde são explorados os temas do sadomasoquismo, da dor como fonte de prazer, moralidade sob stress e medo. Mas relaxem, porque este artigo não vai falar sobre dor, nem sadomasoquismo, nem nada disso... (e neste momento as estatísticas de leitura deste post baixaram para metade).   O desafio Como diriam os Monthy Python há umas décadas atrás, este fim de semana experimentei algo completamente diferente: Acupunctura. Tudo porque em conversa de amigos, queixava-me das "tais" dores nas canelas tão comuns entre os corredores: a periostite,  inflamação mais vulgarmente conhecida por "canelite". Eis quando senão alguém indica que esse problema pode ser trabalhado, senão mesmo resolvido, com acupunctura (principalmente quando em combinação com outras coisas mais, como abrandar o treino em excesso e aplicar descanso às pernas, a melhor "pomada" que conheço). Como eu gosto de dar o benefício da dúvida, experimentei!   O que é a Acupunctura?Meridianos_chineses A Acupunctura é um ramo da Medicina Tradicional Chinesa e um método de tratamento considerado complementar, de acordo com a nova terminologia da OMS - Organização Mundial da Saúde. Consiste na aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo, chamados de "Pontos de Acupuntura" ou "Acupontos", ou seja, um método de estimulação neurológica em receptores específicos, com efeitos de modulação da atividade neurológica. Muitos dos pontos de Acupuntura correspondem a locais de penetração das fibras nervosas na fáscia muscular, sendo que alguns pontos correspondem aos "pontos-gatilho", que são pontos localizados na musculatura, sensíveis ao toque e que condicionam o surgimento de sintomas à distância, como, por exemplo, dores de cabeça. A tradução causa a impressão de que o terapeuta só trabalha com agulhas, mas os pontos e meridianos também podem ser estimulados por outros tipos de técnicas. Na verdade, os pontos de Acupuntura podem ser estimulados por agulhas, dedos (acupressão) caracterizando distintas variantes da técnica de massagem chinesa (tui na, shiatsu, etc), entre outras técnicas. Além das referidas técnicas de estimulação acima descritas, pode ser também incluída a acupunctura com eletroestimulação, ou eletroacupuntura, explorada com diversas perspectivas teórico - clínicas.   Como tudo se passou e os resultados imediatos Acupunctura-nas-minhas-pernasDepois do preenchimento de um questionário para melhor se ficar a conhecer este paciente, a sessão não demorou mais do que 30/45 minutos, sendo parte do tempo para a colocação das agulhas e o resto para relaxamento e actuação das agulhas nos pontos. É importante que o paciente esteja totalmente tranquilo e se coloque nas mãos do especialista e que, no caso de sentir algum desconforto, avise sem qualquer tipo de problema. Um bom terapeuta só irá procurar que a sessão decorra com o máximo de conforto para o seu cliente... mesmo que este esteja deitado sobre agulhas. Sim, deitado sobre agulhas espetadas nas costas. Parece estranho não parece? Mas não foi, garanto. E os resultados? Imediatamente após sair da sessão, não sentia mais as incómodas dores locais no lado de dentro da tíbia. Não conseguia sequer identificar o local exacto por apalpação, ao contrário do que anteriormente à sessão acontecia. Já no dia seguinte, apesar de ter novamente a sensação do local da dor, não só a mesma não apareceu como às vezes aparecia em certas sessões de treino (aguda, incómoda e em crescendo nos primeiros 10km), como fiz os 32km em Monsanto sem qualquer tipo de incómodo (tirando claro o cansaço habitual que é correr durante cerca de 3h00). Hoje é 3ª feira e não estou com o mínimo "desprazer" quando corro... portanto até agora só boas notícias!   Concluindo Portanto... se recomendo? É como em tudo na vida: experimentem, dêem o benefício da dúvida. Eu vou fazer mais 3 sessões (1 por semana), sendo que no final do mês já poderei falar melhor sobre os resultados a médio prazo. O pior que vos pode acontecer é não resultar em nada. E aos mais cépticos, esqueçam a dor, não acontece. Ao contrário do Hellraiser, o que se trabalha aqui é a cura através de medicinas alternativas e técnicas milenares, pelo que o prazer do paciente é a gratificação do especialista. Qualquer dúvida ou questão que tenham, enviem um email ou deixem um comentário mais abaixo a este post.   Fonte: Wikipédia; IMBD