Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Qua | 22.05.13

Crónica de um pequeno treino na ilha da Madeira

José Guimarães
  5 km, 460 D+ Para quem costuma fazer trail running, as siglas do título deste post não serão totalmente estranhas. São o resumo do meu treino de hoje, um dos últimos antes do MIUT no próximo sábado. O que está por detrás destas siglas são a enormidade de declives que há aqui na ilha da Madeira. Vejamos: Hoje tinha 5 km para fazer no plano de treinos, uma pequena rodagem antes da prova de sábado, pelo que decidi ir explorar as redondezas aqui na Calheta, onde estamos "sediados". Claro que olhei logo para cima, para as antenas de telecomunicações no topo do monte. As antenas são, juntamente com as eólicas, uns dos pontos que normalmente temos que atingir no cume das maiores elevações, nas prova de trail running. Portanto parti à conquista! calheta_topoDe acordo com o meu GPS, a casa onde estamos na Calheta fica a 360m de altitude em relação ao nível do mar. Optei por seguir estrada acima e seguir por uma vereda que me disseram ser bastante inclinada, a qual sobe até às ditas antenas. Disseram-me ser bastante inclinada, mas não me disseram que em pouco mais de 2 km de corrida iria subir mais de 400m de desnível. Foi o que aconteceu: aos 2,6 km de corrida estava a 820m de altitude. Tinha trepado 460m... pufff, pufff!!! Não cheguei às antenas, pois como não queria fazer mais que 5 km no total optei por voltar para trás e encontrar outro caminho para regressar. Não foi o mesmo caminho, mas também não foi mais dócil que a subida. E até pode ser verdade que "para baixo todos os santos ajudam", mas estas inclinações dão cabo de quaisquer quadricípites mais ousados. Regressado a casa, deu para olhar para trás e pensar como vai ser no mínimo desafiante o próximo sábado: lá pelo quilómetro 21 teremos 4 km de percurso com cerca de 1.200m de desnível positivo (D+)... isto promete!