Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

26.Out.11

Corrida de corta-mato

Se as colinas, as encostas rochosas ou a montanha não são do vosso agrado, mas no entanto querem experimentar terrenos diferentes e explorar a natureza, o corta-mato é uma boa opção. Podem à mesma ter de enfrentar subidas íngremes e correr em zonas más para os pés, mas a inclinação e as condições não vão ser tão exigentes. Não há nada que vos impeça de experimentar o corta-mato por vontade própria - embora devam sempre dizer a alguém onde vão estar, se forem sozinhos. No entanto, uma das vantagens deste género de corrida é também poderem participar em eventos como membros de uma equipa e competir em conjunto. O corta-mato tem uma história antiga e é um desporto bastante reconhecido. Para quem considera que correr é uma experiência individual e isoladora, correr em equipa pode ser um alívio. Continuam a existir imensas oportunidades de superar desafios e de alcançar vitórias pessoais, ou de bater resultados anteriores. Os terrenos do corta-mato variam, mas podem incluir trilhos de terra batida, relva, zonas arborizadas, encostas e solo desigual. O imprevisto, aliado a condições atmosféricas potencialmente adversas podem dificultar o caminho. Por exemplo, se estiver a chover, o solo pode ficar repleto de poças lamacentas. Alguns corredores gostam do facto de não saberem o que vão encontrar a seguir. Tal como correr na colina, saber ler um mapa e usar uma bússola ou programar um aparelho de GPS dá bastante jeito quando se faz corta-mato, especialmente se estiver sozinho. Por norma, nos eventos somos guiados e seguimos um percurso estabelecido, mas o mapa pode ser um útil instrumento de apoio.

Treinar

Como o terreno é desigual é importante aumentar a duração do tempo que conseguem correr. Quando correm em chão que não é plano nem previsível, podem demorar mais tempo a cobrir distâncias do que se correr, por exemplo, na estrada. Podem conseguir correr 5 km com facilidade numa superfície plana, mas cobrir a mesma distância em corta-mato vai exigir mais. Tenham isto em mente quando pensarem se deve inscrever-se num evento. É melhor começar cautelosamente e depois aumentar as distâncias à medida que se tornam mais confiantes. Sentir-se-ão extremamente confiantes quando terminarem o percurso e não vão pensar que não conseguem participar outra vez. Incluam várias superfícies diferentes no plano de treinos e corram em percursos de tamanho e dificuldade cariáveis. Procurem encontrar percursos circulares, para que não tenham de fazer o percurso de regresso. Incorporem cross training, como ciclismo e caminhadas no vosso horário, pois ajudam a fortalecer os músculos e a aumentar a energia. Correr no exterior com mau tempo pode ajudar-vos a se prepararem para condições atmosféricas adversas nos dias dos eventos, mas se ir para o exterior desafia o senso comum, podem ainda beneficiar do uso do equipamento de ginásio incluindo-o no vosso treino. Por exemplo, numa passadeira, façam cerca de 10 minutos de corrida leve para aquecer, depois coloquem a inclinação a 1 %. Se conhecem a vossa velocidade normal para uma corrida de 10 km, regulem a função para cerca de 15 segs mais lenta. Corram durante 5 minutos com a passadeira neste ritmo, antes de aumentar a inclinação para 5%. Se usarem a passadeira regularmente, podem aumentar lentamente a inclinação durante cada sessão e melhorar a capacidade de corrida. Fonte: Corra pela sua saúde, Rachel Newcombe, Caracter Entertainment