Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

14.Dez.12

Como tratar (e prevenir) uma inflamação

Hoje aproveitei a chuva e o vento para ler com tempo um artigo interessantíssimo do blog Correr por Prazer sobre inflamações, como tratá-las, mas ainda mais interessante, como evitá-las. Recomendo a sua leitura atenta, pois muitas vezes as tentações (sejam correr quando sentimos alguma dor, comer coisas que só fazem mal à saúde, etc) imperam sobre o bom senso que em muitas ocasiões devemos ter e - de facto - não temos. Eu falo por mim, que não resisto a gelados e a outras iguarias... alimentos anti inflamacao

Gorduras

tabela informacao nutricional Gostava de deixar uma nota especial de atenção para a parte do artigo onde fala das gorduras. Nos últimos tempos, graças à prática regular de desporto e à necessidade que tenho em saber o que estou a ingerir quando me alimento, tenho prestado muita atenção (e obviamente sido uma seca para quem me acompanha às compras no supermercado) para as tabelas de informação nutricional dos alimentos que compro. Se ainda não o fazem, convido-os a prestar atenção a essa informação e até mesmo a comparar alimentos semelhantes, por forma a tentar:
  1. Reduzir as gorduras saturadas e gorduras trans
  2. Aumentar a ingestão de gorduras saudáveis, como as que estão presentes no peixe e frutos secos (Omega 3), por exemplo.

Antioxidantes e dieta anti-inflamatória

Ainda no mesmo artigo, chamo também a atenção para a parte em que fala de alimentos antioxidantes (como por exemplo os frutos vermelhos) e também da necessidade da adoção de uma dieta que combata os processos inflamatórios, principalmente por parte de quem pratica desporto com regularidade e intensidade. Exemplos desse tipo de dieta são a eliminação de alimentos inadequados, como carnes vermelhas, produtos lácteos, óleos e outros alimentos processados, substituindo-os por alimentos naturalmente anti-inflamatórios, como legumes, fruta, alimentos ricos em Omega 3, fibras, frutos secos e até mesmo adicionar aos pratos especiarias e condimentos, como alho, gengibre, oregãos e noz moscada.

Tratar as doenças (e uma inflamação) de forma natural

Outro artigo interessante presente no blog Correr por Prazer tem a ver com a medicina naturista (não tem nada a ver com o outro tipo de naturismo), não só como uma forma eficaz para o tratamento de doenças crónicas, mas também para combater doenças inflamatórias e processos febris ou gripes. São tratamentos económicos e sem os efeitos secundários dos medicamentos que, em alturas em que estamos expostos a grandes diferenças de temperatura, aliadas ao tempo húmido e cargas de stress elevadas, tornam-se importantes para o reforço do nosso sistema imunitário. Fonte: Correr por Prazer