Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

17.Mar.14

As mini maratonas e a primeira meia maratona do João

Foto: Alexandre Pona / ASF Ontem foi dia de Meia Maratona de Lisboa (já foram ver os vossos resultados?). É que não se falava noutra coisa: meia maratona para aqui, mini maratona para ali... ontem foi também o dia em que provavelmente muitos se foram estrear na conquista de metade da distância da prova-mãe. Ontem foi o dia em que o João e a Inês conquistaram os 21 km da meia maratona e ontem foi também o dia em que fez 3 anos que eu participei na minha primeira prova: a Mini Maratona Vodafone de 2011. Este post pequenino serve para duas coisas que não queria que passassem despercebidas no meio de todo o "frenesim": a primeira será homenagear não só os estreantes referidos no parágrafo anterior, que ao longo das últimas semanas treinaram (uns mais que outros, é certo), focaram-se e conquistaram o objetivo a que se propuseram. Não desfazendo o feito, não nos podemos esquecer de algo maior que temos sempre a aprender com estas conquistas. Não nos podemos esquecer de olhar para trás, de recordar o que lutámos para conquistar esta meta e - aqui está o segundo sentido deste post - passar essa aprendizagem para a vida do dia-a-dia. A nossa e a dos outros. Os maratonistas são considerados pelos profissionais de marketing (a minha área profissional) das pessoas mais focadas e orientadas por objetivos que existem. Não é à toa que já se vêem grandes empresas a patrocinar grandes corridas. Tudo isto tem um grande sentido inerente. E ao João e à Inês, bem como a todos aqueles que treinaram e ontem foram tentar superar-se a si próprios, o meu respeito e parabéns pelo que fizeram! Como tal, pensando bem acho que não importa que tenham feito mais ou menos tempo do que queriam, ou nem interessa se o calor que se fez sentir - ou outra variável qualquer - não tenha ajudado e vos tenha estragado os planos. Trabalharam para isso? Foram à luta? Óptimo, isso é que conta! Conseguiram? Estão de parabéns? Não conseguiram o que pretendiam? Estão igualmente de parabéns, porque estiveram lá! E não se preocupem, pois oportunidades para voltar a tentar não faltam. Provavelmente ainda haverá mais trabalho para fazer do que pensavam ao início. Aproveitem-no! Tudo o que aprendi e o que estes últimos anos de "correrias" me trouxeram vale bem mais do que as próximas conquistas a que me auto-proponho. Porque mesmo que não as consiga alcançar, estou certo que voltarei a tentar as vezes que forem precisas (ou pelo menos enquanto fizerem sentido). A segunda vez melhor que a primeira, a terceira melhor que a segunda. E entretanto vou juntando bagagem, que sem dúvida me vai ser útil todos os dias. O desporto - acreditem - é somente uma ferramenta para atingirmos aquele que deveria ser o nosso principal objetivo: ter esperança nas nossas capacidades, inspirarmo-nos e partilharmos a alegria das nossas conquistas! O senhor Stephen Tyler é que tinha razão quando cantava "life's a journey, not a destination". Aprendam a usufruir do caminho, partilhem-no e sejam - e já agora façam os outros - Felizes!!!
"Procure ser um homem de valor, em vez de ser um homem de sucesso." - Albert Einstein