Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

17.Jun.15

As 6 regras de ouro num treino para a maratona

Eu sei como é. Um dia meteram na cabeça que queriam correr uma maratona. E agora? Agora meus queridos... resta-vos treinar! Estão no caminho da conquista de um objetivo que poucas pessoas sequer tentam alcançar: correr 42,195 km. Para muitas pessoas, terminar uma maratona pode ser um evento capaz de transformar uma vida. Como tal, partilho aqui convosco 6 regras essenciais para poderem treinar, comer, motivar-se e prevenir lesões, com o objetivo de vos ajudar a cruzar a linha de chegada frescos e conscientes que deram o vosso melhor.

1 Evoluam lentamente

Um plano de treinos terá que prever alguma evolução ao longo do tempo, mas de forma gradual. Esta aproximação lenta mas consistente ao aumento da distância de corrida fará com que fiquem mais fortes e que consigam correr durante mais tempo, sem se magoarem ou esgotar as vossas energias. E vão acontecer aqueles dias em que vos apetece correr mais alguns quilómetros. Nesses dias, sejam fiéis ao plano.

2 Reformem os vossos sapatos de corrida

Sapatos usados ou inadequados podem fazer com que apareçam lesões, portanto o melhor será mesmo substituí-los por uns novos. Dirijam-se a uma loja da especialidade e procurem comprar o sapato mais adequado para vocês e para a corrida que vão fazer.

3 Experimentem os treinos longos

A cada semana, experimentem fazer um treino longo, para desenvolver a capacidade de resistência que vão necessitar para correr a distância. Nesses treinos, foquem-se mais em cobrir a distância do que manter o ritmo e, se necessitarem, intercalem com pequenos intervalos a caminhar, para manter o nível de energia.

4 Pratiquem comer enquanto correm

Durante a maratona vão precisar de comer a cada 30 ou 45 minutos. Portanto, nos treinos longos, experimentem diferentes opções e marcas, tanto de bebidas desportivas, gel energético, barras energéticas, para ficarem a saber o que é que o vosso corpo tolera melhor. Tentem também saber qual a marca que vai ser distribuída na corrida e experimentem-na.

5 Escutem o vosso corpo

Qualquer tipo de dor no início de uma corrida que passados uns minutos desaparece não representa provavelmente nenhum perigo. Mas se tiverem uma dor persistente não forcem. Parem e tentem perceber o que é, ou chamem alguém para vos ajudar. Façam dias de intervalo durante os treinos e se por acaso se sentirem exaustos num dia de treino, passem-no para outro dia.

6 Comam bem

Para conseguirem dar o vosso melhor é importante terem uma alimentação equilibrada. Cerca de metade das vossas calorias diárias devem vir de carbohidratos. Cerca de um quarto das calorias deve vir de proteínas e o restante de gorduras saudáveis. Fonte: RunnersWorld