Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Seg | 19.10.15

A primeira maratona será sempre a primeira maratona

José Guimarães
"Um dia sonhei fazer uma maratona." Foram as palavras com que a Inês um dia me acordou. Acho que foi um sonho tão real que, a partir daí, ela disse mesmo que ia fazer uma maratona, mesmo que já tivesse tomado essa decisão há alguns meses atrás. Também eu sonhei um dia fazer uma maratona. E foi esse o meu primeiro grande objetivo, depois de ter começado a correr. Como também foi o do Nuno. E o do Mário. Ambos treinaram comigo afincadamente durante meses e, neste domingo, fizeram a sua primeira maratona. Mas também a fizeram a Sónia, a Ana, o Bernardo, o Anastácio, o Carlos e tantas outras pessoas com quem, de uma forma ou de outra, já tive oportunidade de me cruzar nestas coisas das corridas. Fazer uma maratona é, por si só, algo mítico. Fazem-se até ultra maratonas e corridas na montanha de mais de 100 km, mas uma maratona será sempre uma maratona. Afinal de contas são os tais 42,195 km pelos quais alguém morreu, como conta a lenda. Fazer uma maratona é, assim sendo, o grande desafio. Talvez o primeiro grande desafio de todos aqueles que tomam a peito a corrida... e gostam. Como dizia o Pedro, só fazemos uma vez na vida a nossa primeira maratona. Por isso é importante que, por muito dura que seja, ou por muito difícil que tenha sido chegar ao fim, que este seja um dia para recordar. Aqui em Amesterdão foi um daqueles dias memoráveis. Mas tenho a certeza que também foi assim em Lisboa. E certamente noutras primeiras maratonas por esse mundo fora. Se valeram a pena todos os sacrifícios? Claro que sim. No final, claro que sim. Quando acabamos em sorrisos e choros, palavras de alegria e momentos de puras amizades que, depois disto, se tornaram ainda mais sólidas... claro que valeram a pena todas as horas, todos os momentos de "peregrinação". Tudo em prol de sensações que só se vivem uma vez na vida, por muitos quilómetros que, depois da primeira maratona, se venham a correr. Lá está, a primeira maratona é sempre a primeira maratona. É única e ficará para recordarmos para sempre. Estão todos de parabéns!

1 comentário

Comentar post