Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

23.Nov.11

A minha opinião sobre os meus ASICS Gel-Trabuco® 14

Tal como qualquer pessoa, também eu ao longo da minha vida já dei opiniões sobre tudo e mais alguma coisa, mas nunca escrevi nada a opinar oficialmente sobre algo, principalmente com o objectivo de ser lido e apreciado (ou não) por outros. Ora, como aqui do que se fala é sobre corridas e afins, desta vez quero fazer diferente e publicar o meu artigo de opinião sobre a minha mais recente aquisição: os meus ténis para trail ASICS Gel Trabuco® 14. Espero que vos possa ser útil.   Porquê esta compra? Depois de ter feito o Grande Trail Serra D'Arga em condições mais que difíceis (leiam a minha descrição do evento aqui) e de ter ensopado os meus ASICS Gel Kayano 17 (belíssimos ténis, mas feitos para correr em estrada) optei por comprar uns ténis adequados para trail, utilizando-os alternadamente nos diferentes tipos de piso em que treino todas as semanas (saber mais sobre como aumentar a vida útil dos ténis de corrida) e assim poupando ambos os pares. asics-gel-trabuco14-solaJá fez cerca de 1 mês que optei por comprar os Trabuco 14. Já devem ter um pouco mais de 60 km feitos, o que já lhes permitiu "partir" a alguma rigidez inicial e adaptarem-se ao formato do meu pé. Regra geral são uns ténis muito adequados para corridas off-road, com uma sola agressiva, mas sem ser em excesso, o que lhes permite ter muita aderência em pisos soltos. Contudo, há que ter alguma atenção com pisos mais húmidos, principalmente com rocha, pois a sola quando é nova tem tendência a ser muito "bailarina", provocando alguns sustos aos mais desprevenidos. É que apesar do sistema de aderência estar bem desenhado, é mais ou menos como andar no asfalto com uma moto equipada com pneus de terra...   Conforto e protecção:asics-gel-trabuco14-frenteApesar de parecerem muito quentes (porque se nota que o tecido é mais grosso), são relativamente bem arejados, com a parte superiora do peito do pé coberta por uma malha respirável. Lateralmente o habitual símbolo da ASICS reforça a estrutura e serve de apoio do sistema de atacadores, os quais proporcionam um ajuste óptimo do pé no interior do sapato. Na frente encontramos uma protecção que lhe dá uma maior resistência aos impactos. Na parte de trás há uma protecção rígida para o calcanhar, que além de proteger esta zona do pé de impactos mais fortes e outros acidentes, proporciona um encaixe anatomicamente quase perfeito para a parte de trás do pé. Este encaixe é ainda mais perfeito graças ao almofadado especialmente fofo e ligeiramente elevado, à volta de toda a traseira do sapato na zona que envolve o tornozelo. asics-gel-trabuco14-tras O interior é muito confortável e a palmilha que vem de origem é suficientemente almofadada para minimizar os maiores impactos e proporcionar um conforto acrescido. Claro que trocar de palmilha com alguma regularidade é sempre uma boa prática, já para não falar de usar uma palmilha por medida. Mas esta que vem de série está à altura do que se espera. Na sola está o ponto forte! Sente-se bem o efeito do gel, principalmente na zona do calcanhar, onde é bastante bem reforçado e permite "pisadas" mais fortes. O sistema DUOMAX também presente proporciona muito suporte à torção para a passada pronadora (como é o meu caso).   Preço e conclusões finais: Pelos kms que já pude fazer com estes ténis, os ASICS Gel Trabuco 14 pareceram-me um excelente compromisso entre conforto, aderência e preço. Sendo muito confortáveis e bem ajustados ao tipo de terrenos que um corredor de trail pisa, conseguem-se encontrar facilmente no mercado por menos de €100, o que lhes em alturas de crise lhes dá umas quantas estrelas numa opinião do tipo "escolha acertada". No próximo dia 27 de Novembro vou ter oportunidade de os testar a sério no Ultra Trail AM em Barcelos, mais uma prova organizada pelos Amigos da Montanha. Depois deste novo teste, darei algum feedback quanto ao seu desempenho. Até lá, boas corridas!!!

17 comentários

Comentar post

Pág. 2/2