Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

07.Fev.13

7 bons suplementos... pela sua saúde!

  Depois do artigo sobre a proteína, recebi alguns contactos de pessoas com uma questão em comum: "que suplementos devo tomar?" É uma das perguntas que mais tenho ouvido nos últimos tempos, o que é perfeitamente justificado pelo crescimento que assistimos no mercado dos suplementos, que evoluíram de um pequeno nicho, para se transformarem numa solução para quase tudo, desde perder peso a aumentar a força e massa muscular em "não sei quantos por cento". Mas se a indústria dos suplementos não precisa de grande ajuda para vender os seus produtos, já os consumidores necessitam claramente de auxílio, quando se trata de tentar decifrar as suas necessidades sobre o que comprar e para quê. Uma das melhores coisas a fazer é, sem dúvida alguma, aconselharmo-nos com um nutricionista desportivo, ou alguém que seja uma fonte de informação de confiança, capaz de nos ajudar a encontrar a informação que queremos saber, por forma a evitarmos tomar decisões precipitadas e que só servem para gastar dinheiro. Seja como for, aqui ficam 7 exemplos de suplementos que certamente valerão a pena o dinheiro:

Óleo de peixe

O corpo humano produz muitas vitaminas e minerais naturalmente. No entanto, o óleo de peixe é algo que não consegue produzir, pelo que precisamos de ingerir este suplemento nas necessidades adequadas. Sim, é verdade que podemos ingeri-lo através do peixe que comemos às refeições, mas teríamos que comer muito mais peixe do que provavelmente comemos. Para a maior parte das pessoas, comer peixe 1 ou 2 vezes por semana não é suficiente (e quantos de nós o fazem realmente?), o que quer dizer que precisamos deste suplemento. A chave é ingerir alimentos e suplementos ricos em Omega 3. A maior parte das dietas são elevadas em Omega 6, que são inflamatórios, daí necessitarmos de Omega 3, que têm propriedades anti-inflamatórias. Aumentar as quantidades de ingestão destas gorduras saudáveis pode reduzir os triglicéridos, diminuir o risco de doenças do coração, ajudar na recuperação do exercício físico e até ajudar a perder gordura corporal. Sugestões: óleo de peixe

Vitamina D

Se os óleos de peixe são importantes, a vitamina D é indiscutivelmente tida em conta como um dos suplementos mais importantes para tomar. Todos nós sabemos desde crianças que a luz do sol é uma ótima fonte de vitamina D. No entanto, o sol por si não é suficiente para nos dar as quantidades desejadas. Não é de estranhar que existam nutricionistas que afirmem que a vitamina D pode não curar todos os males, mas certamente irá contribuir para uma melhoria geral. A minha escolha: Multi Pro - Scitec Nutrition

Proteína - Whey 

Enquanto os Omega 3 e a vitamina D fazem parte de produtos essenciais para o dia-a-dia, a proteína não é propriamente um suplemento que necessitemos sempre, apesar de em certos casos ser aconselhada a sua ingestão, já que nos traz benefícios únicos: tem uma grande concentração de aminoácios (conhecidos por BCAA's), os quais desempenham um papel importante na construção de massa muscular, recuperação muscular e até em perda de gordura. Mais importante ainda, a proteína pode também ser uma fonte de calorias de qualidade. Experimentem juntar umas frutas e cereais como aveia e terão uma refeição pré ou pós-exercício perfeita e que não demora mais que 1 minuto a preparar. A minha escolha100% Whey Protein MaxForma 2Kg

Suplementos verdes

Não são propriamente um substituto para frutas e vegetais, mas poderão servir como bons complementos. Suplementos "verdes" podem ajudar a melhorar uma dieta fraca em frutas e vegetais. Isto porque infelizmente a maior parte de nós não ingere a quantidade adequada de frutas e vegetais diariamente. Eu, por exemplo, complemento muitas das minhas falhas com sumos verdes, onde junto vegetais e frutas para misturas não só deliciosas como altamente nutritivas. Mais uma vez, a melhor aposta é mesmo a ingestão de produtos naturais, já que a comida é sempre melhor opção que qualquer suplemento. Mas se têm consciência que não conseguem comer o suficiente, será sempre melhor suplementar as falhas do que negligenciar aspetos fundamentais na nutrição.

Canela

Pode parecer algo como "mezinhas" caseiras, mas esta especiaria está de facto carregada de antioxidantes, o que, como bem sabemos, ajudam um pouco a tudo, desde combater doenças a proteger o nosso corpo contra infeções ou os efeitos do envelhecimento. Mas talvez mais importante ainda são os estudos que mostram que a canela pode melhorar a sensibilidade à insulina, uma hormona importante que tem um papel essencial no processo de armazenar gordura. E quanto mais melhorarmos a sensibilidade à insulina, mais seremos capazes de controlar os níveis de açúcar no sangue e tirar partido dos carbohidratos. A maior parte dos estudos indicam que uma quantidade equivalente a meia colher de chá por dia é suficiente.

Curcuma

Curcuma é uma especiaria muito vulgar na cozinha indiana. Tem alguns componentes importantes e está a ganhar adeptos no mundo da suplementação. Um estudo de 2010 sugere mesmo que tem propriedades anti-cancerígenas, anti-virais, anti-artrite e anti-inflamatórias.

Probióticos

Todos comemos (muita) comida diariamente, mas raramente prestamos atenção ao nosso sistema digestivo. Uma flora intestinal saudável desempenha um papel importante na nossa saúde em geral, na digestão e no sistema imunitário. Mais concretamente, os probióticos podem ajudar a reabastecer e nutrir as nossas reservas de bactérias benéficas. O que é que isto quer dizer na prática? Provavelmente menos gases, menor inchaço, dores abdominais e inflamações. É que temos milhões e milhões de diferentes tipos de bactérias nos nossos intestinos, portanto os probióticos vão ajudar a manter um ecossistema mais saudável e assim a manter o balanço natural das coisas.

Conclusões sobre suplementos

Mas são só estes os suplementos que devemos tomar? Sinceramente, tal só irá depender da dieta e necessidades concretas de cada um. De facto, enquanto algumas pessoas precisam mesmo de ingerir poucos suplementos, outras podem beneficiar mais se os tomarem, equilibrando assim as falhas na sua alimentação. E há muitos mais suplementos que não listei aqui (como a creatina, glutamina, magnésio, etc) e que encontram a aprovação de muitos nutricionistas. Num post futuro poderei partilhar exatamente quais os suplementos (e a agenda) que eu próprio tomo diariamente. Mas até lá, se não tomam suplementos e acham que o volume de treinos e exigência física o justifica, o melhor será mesmo começarem com uma aproximação minimalista, focando-se mais em melhorar a alimentação do dia-a-dia, sem procurar imediatamente nos suplementos uma cura milagrosa. Se tiverem dúvidas, perguntem ao pessoal da Nutrilogia (a loja onde compro os meus suplementos), com quem tenho total confiança e quem me aconselha de acordo com as minhas necessidades concretas. Experimentem e, depois disso, bons treinos! Fonte: Born Fitness  

1 comentário

Comentar post