Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

08.Nov.15

5 razões pelas quais o exercício faz bem à saúde mental

Já não ia correr para o meio do mato desde o UTMB, no final de Agosto. Este sábado bem cedinho, juntei um grupo de amigos e fomos dar um pulo até Monsanto, para recomeçar a correr no meio da natureza e respirar "sobes e desces", terra, lama e arranhões das silvas, em vez da monotonia de correr em plano, na estrada. Coisa importante, já que o regresso às provas vai ser no dia 12 de dezembro, pelos Trilhos do Javali, na Serra da Arrábida. Entre treinos aqui e ali, o regresso a uma rotina de desporto, incluindo deslocações a horas impróprias ao ginásio, sabe muitas vezes tão mal como arrancar um dente. Mas passado uns tempos, é inevitável sentirmo-nos alegres e cheios de energia, tanto no ginásio como fora dele. Já alguma vez se questionaram porque é que isto acontece? É a tal relação direta entre o exercício físico e o nosso bem estar mental. E funciona assim:

Ajuda a gerir o stress e a relaxar

Vários estudos já demonstraram que o exercício físico melhora a nossa capacidade de gerir situações de stress e ajuda a reduzir a ansiedade de uma forma geral. Também chamada de "euforia pós-exercício", uma sessão de treino resulta entre 90 a 120 minutos de relaxamento extremo. As respostas que ocorrem ao nível do cérebro durante e depois de um treino, incluem a libertação de endorfinas, deixando-nos relaxados, melhorando o nosso estado de espírito e ajudando até a dormir melhor à noite. De facto, o exercício é atualmente prescrito a pacientes que sofrem de tensão nervosa.

Ajuda a aliviar estados depressivos

O exercício físico ativa neurotransmissores (química feliz), como as endorfinas, que aumentam o estado de espírito e ajudam a aliviar a depressão. Em alguns casos, o exercício pode ser tão eficaz como um medicamento, no tratamento contra a ansiedade ou depressão. Aumentar os batimentos cardíacos através de um exercício saudável é a melhor forma de nos fazer sentir mais realizados e também ajuda a combater aquele sentimento depressivo durante os meses longos de inverno.

Previne o declínio cognitivo

A vossa memória de vez em quando falha? Costumam preocupar-se com aqueles esquecimentos ocasionais? Boas notícias: alguns estudos demonstraram que o exercício físico pode ajudar a prevenir o declínio cognitivo, normalmente ligado ao processo de envelhecimento. A química ativada durante a prática de exercício ajuda à saúde do cérebro e previne a degeneração das zonas-chave responsáveis pela memória e aprendizagem.

Vai tornar-vos mais inteligentes

Apesar de nenhum de vocês se ir tornar num Einstein da noite para o dia, só por começarem a correr ou a ir para o ginásio todos os dias, a prática de exercício físico pode criar novas células cerebrais e melhorar a performance geral do cérebro. Acredita-se que o exercício cardiovascular aumenta a capacidade geral na tomada de decisões, pensamento mais complexo e aprendizagem.

Faz a criatividade aumentar

Depois de um exercício de cerca de 2 horas, pode ser que sintam um aumento na vossa capacidade criativa. Podem sentir estes aumentos súbitos de criatividade depois de um treino outdoor, mais inspirador. Estão à procura das respostas àquelas questões na vossa vida? Façam-se à estrada e vão correr. Mesmo!

Se fazer exercício ainda não é uma rotina do vosso dia a dia, não deixem de experimentar. Não se sintam desencorajados se, nas primeiras vezes que forem para o ginásio, aquilo vos parecer complicado demais. Com a ajuda certa e depois dos objetivos traçados, antes que se possam aperceber já vão estar a sentir aquela alegria viciante que é praticar exercício físico, aquele estado de espírito mais relaxado e confiante, bem como todo um mundo novo de criatividade que estava dentro de vocês, à espera de ser libertado. Isto tudo enquanto tonificam o vosso corpo e melhoram a saúde. Amanhã retomo os treinos no ginásio. Quem se junta a mim?