Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Dom | 28.02.16

Porque é que eu corro?

José Guimarães
Nesta altura da minha vida em que não posso correr - lesão a quanto obrigas - torna-se mais fácil parar (que remédio), pensar e fazer balanços. Agora que fazem cerca de 5 anos desde que comecei a correr, posso tirar conclusões, sem estar influenciado pelas adrenalinas, endorfinas e outras químicas que circulam dentro de nós enquanto corremos, e que decerto me fariam sorrir enquanto pensava nisto: porque é que eu corro? 1. É a primeira razão, apesar de não ser a minha razão principal... mas é de facto excelente sentirmo-nos viciados pela corrida! Seja de que tipo for. Enquanto para uns é fazer maratonas, para mim é - sem sombra de dúvida - correr nas montanhas. É importante encontrarem a vossa corrida. Foquem-se nela! 2. Seguir os meus sonhos e paixões. E não é fácil! Na vida real, as obrigações do dia a dia, os compromissos, as desculpas que inventamos, a idade, os filhos, a capacidade de gestão, tudo o que se possa meter no caminho entre nós e os nossos desejos, pode servir de desculpa para não o fazermos, ou então para inventarmos outras formas de lá chegar! E a corrida foi uma dessas formas que, para muitos de nós, resulta! 3. Para me manter em forma. Para ter resistência. E não estou só a falar em resistência para correr maratonas. Estou a falar também na capacidade para viver a vida tal como ela é, para construir uma família bonita, ou para ter sucesso no trabalho. É como dizem: atrás de uma pessoa bem sucedida está sempre um grande atleta! 4. Para saber mudar. Para muitos de nós a ideia da mudança é atraente. Estamos sempre a falar sobre mudar alguma coisa nas nossas vidas. Mas na verdade a maior parte dessas pessoas - eu incluído - tem medo da mudança. A corrida já me trouxe essa mudança para a minha vida uma vez. Quem sabe não vai trazer mais ainda? Estas são algumas das razões pelas quais eu gosto de correr. E as vossas, quais são?