Quando nem tudo corre bem

bad-week

Normalmente é sempre uma alegria. A malta corre, salta, vai às provas e aos encontros, treina que se farta! E no final sentimo-nos bem! Ou não. Esta semana passei das piores semanas de treinos dos últimos tempos. A razão? Entre dores e tosses insistentes, alguma coisa correu mal e não me deixou completar a semana como previsto. Estive a tentar perceber o que fiz de errado e até tenho algumas pistas…

Sintoma #1: tosse e rouquidão

Afinal de contas, o que é que não me correu bem esta semana? Foram essencialmente duas coisas: primeiro um ataque de tosse e rouquidão, que me tem afetado logo deste o início da semana. Talvez esteja ligado ao frio e vento forte que estiveram na serra de Sintra na semana passada. Este clima bem servido, acompanhado de uma boa dose de conversa ainda transpirados, enquanto uns e outros nos íamos despedindo… provavelmente deu no que deu. Certo é que esta semana parecia que andava toda a gente doente, com tosses e afins.

Como se não bastasse, em vez de melhorar, a meio da semana o corpo reagiu com febre. Embora pouca, foi o suficiente para reduzir o treino de 4ª feira e não treinar na 5ª feira. E desde então, acompanha-me no dia-a-dia uma tosse seca, irritante e consistente… que não é mais do que isto, mas é o suficiente para não me deixar respirar em condições e (pois!) não correr muito tempo. Na 6ª feira (dia de descanso) não consegui ficar em casa e fui correr para o ginásio, depois de me aconselhar com o António e a Meire, fiz 10 km bem lentos na passadeira.

Sintoma #2: dor na perna

Depois, quer-me cá parecer que me andei a portar mal nos treinos. Desde meio da semana que estou com uma dor “mole” na perna esquerda. Digo “mole” porque não é uma dor aguda (e não encontro melhor adjetivo do que este) e parece aquela dor que nos dá nas canelas, mas interna. Mais do que a dor propriamente dita (que nem é muita), parece que essa zona da perna fica sem forças. E só o sinto quando meto o pé no chão (já estou a ouvir as bocas: “CORRE COM OS PÉS NO AR, ORA ESSA!!!”).

Esta semana aumentaria a quilometragem nos treinos: fiz um total de 95 km na semana passada e esta semana teria de acumular 104 km. Para brincar, experimentei o treino longo de domingo com os meus ténis de baixo perfil, talvez devido ao entusiasmo com que se abordou o tema dos “barefoot” no fim de semana com o Dean Karnazes. Satisfeito com a experiência de domingo, voltei a repeti-la de sorriso no rosto na 2ª feira. E na 3ª começaram os problemas: as dores na canela.

Agora, o que fazer?

Quem me conhece sabe que não me queixo em vão. Hoje tinha 20 km para fazer e queria aproveitar já estar com menos tosse para ir para Monsanto, mas achei por bem ficar-me pelos 10 km. Não deu para mais. E lembrando-me do que eu próprio escrevo por aqui, se não dá, não adianta esforçar. Acreditem que me lembrava desta máxima a cada quilómetro que fazia ou pensava fazer mais.

Não sei se tem a ver com os eventuais abusos a que me expus, mas o que é certo é que esta semana é para embrulhar e esquecer. Esquecer não. Aprender para não repetir a asneira. Agora há que tratar da saúde e esperar melhoras, para aí voltar em força aos treinos. Afinal de contas, há objetivos para cumprir.

Share

Depois de longos anos sem praticar desporto, redescobri esta minha paixão pelo exercício físico em 2011 através da corrida. Na altura, quando treinava para conquistar a minha primeira maratona, criei o blog De Sedentário a Maratonista, para partilhar os meus progressos e dificuldades. Depois dessa meta atingida, descobri no trail running e nas ultra-maratonas uma paixão que nunca mais deixei e que ainda hoje me faz sonhar com novas e mais ousadas aventuras. Duas vezes "finisher" do UTMB - Ultra Trail du Mont Branc e com um Ironman na mira, esta é a minha forma de fazer chegar a mais pessoas o prazer que tenho por uma vida ativa e mais saudável, e de as motivar a, também elas, perseguirem os seus sonhos. Porque a motivação também se treina!

Seguir

Receba cada um dos artigos deste site no seu email, sempre que forem publicados.

Junte-se aos outros seguidores: