Ultra objetivos

Ultra objetivos

antonio-nascimento-ultramanO meu amigo Luís Santos publicou ontem um artigo no seu blog que fala sobre as ultra competições que estão prestes a iniciar e sobre alguns ultra atletas que nelas participam. Logo ontem, o dia em que o meu recente mas grande amigo, grande treinador e acima de tudo grande Ser humano que é o António Nascimento partiu para o País de Gales, para participar no Ultraman, uma das provas mais difíceis que já tive conhecimento: o objetivo é fazer uma espécie de triatlo de 3 dias, no qual os 35 atletas convidados (a participação é feita por aceitação da organização) vão ter que percorrer 10 km de natação, 420,6 km de ciclismo e 84,3 km de corrida.

carlos-sa-utmb-ultra-trail-mont-blancTambém fala no artigo de outra ultra prova que tem início amanhã: o UTMB – Ultra Trail do Mont Blanc, prova de trail running em que os mais de 2.000 participantes (com alguns portugueses, como o nosso bem conhecido Carlos Sá) vão percorrer 166 km em paisagens tão belas quanto duras, com mais de 9.400 m de desnível acumulado.

A todos estes ultra atletas, aqui mencionados ou não, deixo a minha admiração e o meu grande respeito pelo trabalho que têm feito, pelas pessoas que se tornaram e pela motivação que passam para todos os que, como eu, os acompanham, vibram e aprendem com os seus exemplos.

O antes e o agora…

Todos estes atletas atravessaram certamente aquela fase de, um dia, terem que decidir o que querem fazer da vida, do desporto, enfim, de ambos. Independentemente dos seus passados, sem dúvida distintos uns dos outros (recordo que o Carlos Sá há uns anos atrás pesava mais de 90 kg!), para vingarem no meio onde agora estão tiveram obrigatoriamente de se focar num factor comum. E aqui não há segredos: consiste em muito trabalho, muito esforço e dedicação, sempre com algo vista: um objectivo!

Quando comecei a correr (aliás, o meu primeiro verdadeiro entusiasmo com as corridas deve-se em parte a isto que vou contar) tive sempre presente um objectivo: fazer uma maratona! Recordo-me que foi durante um evento do grande motivador, coach e meu amigo Ricardo Mendoza, que me comprometi perante um público (mais ou menos controlado) com este objectivo, custasse o que custasse. Recordo-me até de ficar um bocado receoso ao ouvir a descrição que o Ricardo fez da sua primeira maratona. Mas como só temos medo daquilo que não conhecemos meti mãos à obra: comprei um bom par de ténis, com a ajuda da amável Dª Helena (que trabalha com o marido – também ele um grande ex atleta – no café do Jamor, ao lado do Centro de Alto Rendimento), comprei uma aplicação para o smartphone e fiz-me à estrada. Passados alguns meses (4 de treino intensivo) concretizei o meu objectivo! E o sentimento que me preencheu naquele momento foi indescritível…

… e o futuro: “depois da trepar a primeira montanha, que mais montanhas se sobem?”

Recordo-me de terem feito esta pergunta ao João Garcia, depois deste ter sido o 10º homem a escalar as 14 montanhas do planeta com mais de 8.000 m de altitude, sem o auxílio de oxigénio artificial… por onde andará ele agora?

Depois de ter feito a minha maratona, recordo-me que andei uns tempos “à deriva”, sem saber o que fazer, como treinar e o que correr. Até descobrir que era no trail running que estava uma nova paixão e, quem sabe, novos horizontes. Mas podia ter sido noutra coisa qualquer. As provas sucederam-se, as distâncias aumentaram, os amigos multiplicaram-se. E chegou o dia em que tive o prazer (e a sorte) de conhecer o António Nascimento, o seu projecto e o Ser singular que ele é. Como tal, comecei a treinar com ele num dia-a-dia tão intenso quanto gratificante: treino de corrida diário, com maior volume ao fim de semana e 2 sessões de ginásio por semana, que (juro!) me deixam mais cansado e “partido” do que não sei quantas maratonas seguidas! Ah, e muita boa disposição à mistura!!!

Já lá vão 4 semanas de treino e os resultados sentem-se no corpo e na mente! Como tal, e como a razão de existir deste meu site é a partilha (primeiro aprende-se, depois trabalha-se e finalmente partilha-se – o sentido da vida), deixo aqui, devidamente autorizado, o link para a nova página que publiquei hoje, com os treinos semanais que vou fazendo e tentando actualizar sempre que posso:

Os meus treinos

Com isto, deste ano para a frente, de forma (espero eu) continuada, há um objectivo principal a cumprir, que passa por correr melhor, de forma mais tranquila e saudável, tentar não me lesionar e assim abrir a porta a oportunidades que, de outra forma, dificilmente estariam ao meu alcance.

O meu próximo objetivo

Mas claro, também há novos desafios à espreita e que me tentam. Um deles é uma corrida que vai requerer uma preparação especial. Para que conste nos arquivos deste site, chama-se Última Frontera, uma aventura que se vai desenrolar ao longo de 166 km e mais de 5.000 m de desnível, já aqui ao lado na Andaluzia, Espanha. O objectivo escondido por detrás deste desafio intitula-se “conquistar tranquilamente 4 pontos para o UTMB – Ultra Trail Mont Blanc 2013″ e que, a somar aos poucos que já tenho de outras provas e mais alguns (3) que tenciono conseguir em novembro no AX Trail #3 Série – Ultra Trail Aldeias do Xisto, farão de mim certamente uma pessoa mais feliz.

Nota mental: se a inscrição não for possível para 2013 (em português grosseiro, são sete cães para um osso), será com certeza para 2014. E aí ficam por definir outras metas para o ano que vem. E – felizmente – há tanto por onde escolher… que tal um “Ironman“, por exemplo?

Seja o que for, venham os desafios, venham novos objectivos, concretos e realistas: eu estou cá para eles. Tenho dito!

Share

Depois de longos anos sem praticar desporto, redescobri esta minha paixão pelo exercício físico em 2011 através da corrida. Na altura, quando treinava para conquistar a minha primeira maratona, criei o blog De Sedentário a Maratonista, para partilhar os meus progressos e dificuldades. Depois dessa meta atingida, descobri no trail running e nas ultra-maratonas uma paixão que nunca mais deixei e que ainda hoje me faz sonhar com novas e mais ousadas aventuras. Duas vezes "finisher" do UTMB - Ultra Trail du Mont Branc e com um Ironman na mira, esta é a minha forma de fazer chegar a mais pessoas o prazer que tenho por uma vida ativa e mais saudável, e de as motivar a, também elas, perseguirem os seus sonhos. Porque a motivação também se treina!

Seguir

Receba cada um dos artigos deste site no seu email, sempre que forem publicados.

Junte-se aos outros seguidores: