Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

23.Jul.15

10 maus hábitos nas corridas (e como os evitar)

É mais frequente do que se pensa ver pessoas a correr e a fazerem alguns disparates. Coisas que, se podem parecer inofensivas à primeira vista, podem também ser maus hábitos, causadores de problemas a médio e longo prazo. Partilho convosco alguns desses maus hábitos, para saberem se estão a fazer tudo bem ou se, pelo contrário, ainda têm um ou outro ponto que vale a pena corrigir:

Soluções rápidas para problemas comuns na corrida

1. Correr demasiado, muito cedo. Não estão habituados a correr ou estão a regressar de uma lesão? Então devem levar a coisa com calma. Sigam a regra de aumentar a quilometragem em cerca de 10% a cada semana, evitando assim lesões ou outros problemas. 2. Reabastecer incorretamente. Depois de uma corrida mais dura, comam um snack rápido com bastantes carbohidratos e mais tarde uma refeição mais demorada, composta por carbohidratos e proteína, por forma a trabalhar na recuperação muscular. 3. Não usar protetor solar. Até 20 minutos de exposição solar direta por dia pode ser benéfico, mas vão precisar de usar protetor solar em corridas que durem mais do que isto. Não facilitem. 4. Ignorar o "core". Está mais do que comprovado que os atletas que já fazem exercícios de abdominais 4x/semana há pelo menos 6 semanas conseguem correr 5km 30 segundos mais rápido do que os que não fazem. 5. Começar uma corrida demasiado rápido. Aguentem os cavalos!!! Começar uma corrida demasiado rápido pode deitar por terra o vosso próximo recorde pessoal. Se ainda não o fazem, usem um relógio com GPS para saber a que ritmo correm e, dessa forma, ajustá-lo à corrida que estão a fazer. 6. Ser o nosso próprio médico. Os corredores têm uma noção muito mais imediata dos seus corpos, pelo que muitas vezes usam gelo, automedicam-se com anti-inflamatórios, por forma a minimizar o impacto negativo e inflamações que podem ocorrer. Mas lesões menores podem tornar-se sérias com o passar do tempo. Assim, recomendo sempre consultarem um médico cedo, antes que seja tarde demais. Se a dor persiste por mais de 2 ou 3 dias, não esperem mais. 7. Não alongar. Não há grande problema se não alongarem antes de uma corrida. De facto, é mais importante aquecer do que alongar os músculos antes do esforço. Mas alongá-los depois de uma corrida ajuda a prevenir lesões. 8. Não dormir o suficiente. Estudos mostram que poucas horas de sono podem comprometer a recuperação correta, imunidade e capacidade mental. Como cada um necessitará de diferentes horas de sono, vejam quanto tempo costumam dormir em média e como se sentem. Assim que perceberem quantas horas funcionam para o vosso caso, apontem sempre para esse número, sempre que possível. Por exemplo, se eu dormir menos de 6 ou 7 horas por noite não tenho um dia tão produtivo como se dormir mais de 7 horas ou 8. 9. Nunca descansar. O excesso de treino pode levar a problemas graves, desde lesões a performances piores, ou até falta de motivação. Todos os programas de treino têm que ter dias de descanso e dias de treino com pouco esforço, para equilibrar a balança com os dias mais difíceis. Não faz mal fazer treinos bi (ou tri) diários, mas recompensem-se com um dia de descanso depois disso. O vosso corpo vai agradecer. 10. Tentar fazer tudo ao mesmo tempo. Para onde quer que nos viremos, encontramos inúmeros conselhos sobre como nos tornarmos melhores corredores, mas tentem focar-se naquilo que conseguem gerir de forma realista. Lembrem-se que provavelmente começaram a correr para se sentirem melhor, não para se sentirem stressados. beenthere_donethat